O que é fretboard radius?

Quem assistiu o vídeo de Jim Root falando sobre seu equipamento pode ter ficado com dúvida quando ele falou sobre o radius de sua guitarra. O que significa isso afinal? Pesquisando na internet, eu pude achar que se trata de fretboard radius. Há um artigo de Jimmie Leslie, de 2006, para a musicplayer.com que trata bem do assunto. Vou colocar aqui algumas das explicações dele.

O que é fretboard radius?

É o arco no qual o braço é lixado que proporciona um comforto maior para a mão. Pode ser mais plano ou mais abaudalado dependendo do tipo de guitarra. Essa medida é calculada em polegadas nos Estados Unidos. A maioria dos violões de aço tem radius de 12″ a 17″, dependendo do fabricante e da finalidade do instrumento. A Martin tem tradicionalmente 15″. As Gibsons são de 12″ porque esse é o radius típico da Les Paul. Os violões da Taylor têm um radius menor porque são braços são feitos para se assemelharem à guitarra. Instrumentos construídos para dedilhados têm pestanas largas e radius plano de 15″ a 17″.

O que significam as medidas?

Quanto maior o número, mais plano o fretboard. Olhando pelo headstock (mão), o fingerboard pode ser visto como a superfície plano de um cilíndro largo. O fret (traste) tem uma leve curvatura e o arco pode ser visto como um círculo com um ponto central. O radius é a distância até esse ponto. Se você desenha uma linha perpendicular do meio do traste até ponto central do cilindro hipotético, você visualizará o círculo externo. Um radius de 12″ significa que o centro do círculo está a 12 polegadas de distância do traste. Esse é um círculo menor do que um como 17″, que deixa com que a parte externa do círculo seja mais plana.

Como que o fretboard radius influencia na tocabilidade?

É uma questão de ter abilidade para bends e de tocar um dedilhado. Quanto menor o número do radius, mais fácil é para fechar a mão por volta do braço. Uma Fender Telecaster antiga tem um radius de 9″, ou seja, é muito abaulada, facilitando na execução dos acordes. Mas você consegue fazer bends sem trastejar se não regula as cordas bem altas. Por outro lado, é difícil fazer um acorde com pestana em um violão porque os fretboards em violões clássicos podem ser tão planos que parecem côncavos.

Reza a lenda que Andrés Segovia nunca tocaria em um violão com braço abaulado. Alguns já preferem um fretboard com radius composto, que é mais abaulado na pestana e mais plano na segunda oitava (à partir da décima segunda casa). Fretboard radius é apenas um dos aspectos da tocabilidade de um instrumento.

Como você mede o radius?

Com radius gauges, que podem ser adquiridas no Stewart MacDonald e Luthiers Mercantile International, permitem que você combine a curvatura do gauge com o fretboard de sua guitarra. Você pode alterar o radius do fretboard quando a guitarra está sem trastes. Basta lixar o braço. E há inclusive blocos de lixar já no formato de curvaturas.

O fretboard radius deve ser analisado na hora da compra de uma guitarra?

Um comprador educado pode levar um radius gauge para a loja de instrumentos. Na hora de avaliar qual guitarra gosta mais de tocar, ele pode medir seu fretboard radius. Demora para avaliar tensão das cordas, string gauge e o fretboard radius.

Matéria original: http://www.musicplayer.com/article/fretboard-radius/Sep-06/23104

Imagens: www.matheasguitars.com.au

www.ratcliffe.com.za

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: