Archive for the Uncategorized Category

Stone Temple Pilots e Bush tocam no Brasil em fevereiro de 2019

Posted in Uncategorized on December 19, 2018 by gabrielpalmaguitar

A banda americana Stone Temple Pilots, ou STP, sigla pela qual também é conhecida, e a inglesa Bush se apresentam no Brasil em fevereiro de 2019. Serão três datas: São Paulo, no dia 14; no Rio de Janeiro, no dia 15; e em Belo Horizonte, no dia 17. A produção é da Time For Fun (T4F).

No verão dos Estados Unidos (EUA) deste ano, a turnê foi intitulada Revolution 3 e contou também com a banda inglesa The Cult. Parece que infelizmente o The Cult não virá ao Brasil dessa vez.

A grande novidade dos Stone Temple Pilots é que eles virão pela primeira vez ao Brasil com o novo vocalista, Jeff Gutt. O vocalista da formação original, Scott Weiland, morreu no dia 3 de dezembro de 2015. A causa foi uma overdose de cocaína; MDA, uma droga psicodélica próxima ao MDMA; e álcool. A autópsia também determinou que o cantor sofria de asma e problemas cardíacos. Foi uma perda muito grande porque, além de vocalista, Weiland também era compositor e letrista da banda, frontman e possuía muito talento e carisma.

Mas Gutt está segurando a onda. O primeiro disco homônimo do STP com ele, lançado neste ano, tem lindas músicas e instrumental impecável porque afinal a banda STP, por si só, é excelente.

Já o Bush teve sucesso imediato com seu disco de estreia, Sixteen Stone, lançado em dezembro de 1994. O disco foi certificado seis vezes multi-platina pela Associação Americana da Indústria de Gravação (do inglês: Recording Industry Association of America – RIAA). Eles foram uma das bandas com maior sucesso comercial nos anos 90, vendendo mais de dez milhões de discos nos EUA e 20 milhões no mundo. Em 1996 eles tiveram um álbum número um no Billboard com Razorblade Suitcase.

Serviço

Stone Temple Pilots e Bush no Brasil em 2019

São Paulo

Quando: 14 de fevereiro, uma quinta-feira

Onde: Credicard Hall – Av. das Nações 17955, Vila Almeida

Rio de Janeiro

Quando: 15 de fevereiro, uma sexta-feira

Onde: Km de Vantagens Hall – Via Parque Shopping – Av. Ayrton Senna 3000, Barra da Tijuca

Belo Horizonte

Quando: 17 de fevereiro, um domingo

Onde: Km de Vantagens Hall – Av. Nossa Senhora do Carmo 230, Savassi

Ingressos

ticketsforfun.com.br

Advertisements

Glenn Hughes: show em SP no dia 21 de abril de 2018

Posted in Uncategorized on December 17, 2018 by gabrielpalmaguitar

Texto: Gabriel Palma

Fotos: Renata Carvalho

Na época em que Glenn Hughes veio ao Brasil, com oito datas marcadas em sete capitais e Limeira, um município de São Paulo, o Gabriel Palma Guitar não publicou a matéria do show de São Paulo, mas ela ficou arquivada. Então vamos publicá-la agora!

Hughes se apresentou não somente no eixo Rio-São Paulo, mas em outros lugares do Brasil. Steven Tyler, vocalista do Aerosmith, na época estava negociando shows de sua turnê solo no Brasil e também queria se apresentar não apenas no eixo Rio-São Paulo. Mas um dos empecilhos seria o valor do cachê de Tyler e de sua Loving Mary Band.

O show de Hughes em São Paulo foi no dia 21 de abril, no sábado, no Tropical Butantã, uma casa de shows nacionais e internacionais que recebeu a banda Sons Of Apollo uma semana antes, no dia 14 de abril. O show lotado de Hughes fez o Tropical Butantã parecer pequeno pelo seu tamanho.

Todos com suas camisetas pretas, em sua maioria do Deep Purple, banda da qual Hughes fez parte, ficaram extremamente empolgados. Essa é a primeira turnê de Hughes dedicada exclusivamente a clássicos do Deep Purple. O show estava marcado cedo, para as sete e meia da noite. Hughes e sua banda entraram com apenas 12 minutos de atraso.

A música de abertura foi Stormbringer. David Coverdale, um dos autores de Stormbringer e colega de banda de Hughes no Deep Purple, costuma tocá-la nos shows do Whitesnake. Em seguida foi a vez de Might Just Take Your Life, uma música muito boa. A terceira música do show foi Sail Away. Might Just Take Your Life e Sail Away são músicas do álbum Burn do Deep Purple.

Burn foi o primeiro disco do Deep Purple com Hughes na sua formação. No lançamento de Burn, em 1974, Hughes não recebeu crédito nas composições por causa de obrigações contratuais. Mas, na edição de 30 anos de Burn, lançada em 2004, Hughes recebeu os créditos nas composições. A quarta música do show foi a ótima Mistreated.

O Metallica tocava Mistreated nos seus shows de 1991, na turnê do Black Album. Mistreated foi composta pelo guitarrista Richie Blackmore e Coverdale. Hughes ainda tocou a clássica Smoke On The Water e Highway Star, sucessos na voz de Ian Gillan. Antes de acabar, eu queria falar um pouco da história de Hughes.

Em 1992 Hughes lançou o álbum LA Blues Authority Volume Two: Glenn Hughes – Blues. Esse foi o primeiro álbum que Hughes fez depois que ficou sóbrio, em 1991. Ele compôs as músicas inspiradas em sua batalha contra as drogas e o álcool. Entre os guitarristas convidados do LA Blues Authority estão John Norum, do Europe, Mick Mars, do Mötley Crüe, Warren DeMartini, do Ratt, e Richie Kotzen, do Winery Dogs.

Em 1993 Hughes participou da gravação da música Misunderstood do Mötley Crüe. O single foi lançado em 12 de maio de 1994. Algumas pessoas podem estranhar a voz principal porque esse foi o único disco do Mötley Crüe a ser gravado sem Vince Neil. O vocalista é John Corabi, atualmente dos The Dead Daisies. Misunderstood leva os backing vocals de Hughes. Eu gostaria de agradecer à produtora EV7 Live pela atenção e credenciamento, especialmente ao assessor Márllon Matos.

Músicas que você deveria conhecer: Like a Child Again

Posted in Uncategorized on December 17, 2018 by gabrielpalmaguitar

Like a Child Again é uma música da banda inglesa The Mission ou The Mission UK, como é conhecida nos Estados Unidos (EUA). Ela é do quinto disco da banda, Masque, lançado em janeiro de 1992 pela sub gravadora Vertigo da Mercury Records. Like a Child Again foi lançada como single e atingiu o número 30 nas paradas inglesas. Ela foi composta pelo The Mission: Wayne Hussey, nos vocais e guitarra; Craig Adams, no baixo; e Mick Brown, na bateria. A letra é de Hussey. Assim como Matador, do Xmal Deutschland, ela também é tocada nas pistas da boate Madame Satã, em São Paulo. Like a Child Again é uma música muito empolgante!

Músicas que você deveria conhecer: Matador

Posted in Uncategorized on December 16, 2018 by gabrielpalmaguitar

Matador foi um single da banda alemã Xmal Deutschland, lançado em 1986 e produzido por Hugh Cornwell, da banda inglesa The Stranglers. A música foi incluída no terceiro disco do Xmal Deutschland, Viva, lançado em 1987. A letra mistura o alemão, inglês e espanhol.

A formação da banda na época era Anja Huwe, nos vocais; Manuela Rickers, na guitarra; Fiona Sangster, nos teclados; Wolfgang Ellerbrock, no baixo; e Peter Bellendir, na bateria. Essa não foi a formação original da banda, mas foi a que mais durou. O grupo foi criado em 1980 com um line-up todo feminino.

Segundo a resenha do AllMusic, de Michael Sutton, o disco Viva mostra como Xmal Deutschland ficou melódico com a idade. De acordo com Sutton, a banda não está mais chutando e gritando como Siouxsie & the Banshees nos seus dias punks. Para Sutton, Matador lembra a antiga fúria gótica da banda, mas com mais foco e mais acessível.

Matador é muito tocada nas pistas da boate Madame Satã, em São Paulo, e foi tocada pelo DJ Marcos Vicente, do projeto Autobahn, antes do show de Peter Hook, no dia 10 de outubro, no Audio Club, em São Paulo, conforme matéria publicada pelo Gabriel Palma Guitar.

Músicas que você não sabia que eram covers: Time Has Come Today

Posted in Uncategorized on December 14, 2018 by gabrielpalmaguitar

A música Time Has Come Today, gravada pelos Ramones, no disco Subterranean Jungle, de 1983, não é dos Ramones! Time Has Come Today foi um hit single do grupo de soul americano The Chambers Brothers, composta por Willie e Joe Chambers. A música foi gravada e lançada pelos Chambers Brothers como single em 1966. Ela entrou no disco The Time Has Come, de 1967, quando foi lançada novamente como single. O single de 1967 passou cinco semanas no número 11 da Billboard Top 100 no outono do hemisfério norte de 1968. Hoje ela é considerada uma música importante da era do rock psicodélico.

Já os Ramones gravaram Time Has Come Today, em dezembro de 1982, para o disco Subterranean Jungle. Quem gravou a bateria dessa música foi Billy Rogers, da banda de Walter Lure, que tocou com Johnny Thunders and the Heartbreakers. O baterista dos Ramones, Marky Ramone, foi tirado da banda nessa época por problemas com alcoolismo. O jornalista musical americano Chuck Eddy disse que a versão dos Ramones tinha uma vibe mais garagem do que a original.

Time Has Come Today foi lançado como o segundo single do disco dos Ramones, em março de 1983, com um ótimo videoclipe.

Shows de Phil Anselmo, em BH e no Rio, são cancelados

Posted in Uncategorized on December 12, 2018 by gabrielpalmaguitar

A produtora EV7 Live anunciou em sua página do Facebook o cancelamento dos shows de Phil Anselmo em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro, nos dias 25 e 31 de janeiro, respectivamente. Os shows em São Paulo, no dia 26; em Brasília, no dia 27; e em Porto Alegre, no dia 29, foram mantidos.

A novidade é que Phil Anselmo & The Illegals trará à América Latina a turnê A Vulgar Display Of 101 Proof Tour, com clássicos do Pantera.

Phil Anselmo toca pela primeira vez em Brasília

Posted in Uncategorized on December 6, 2018 by gabrielpalmaguitar

Phil Anselmo, ex-vocalista do Pantera, banda que praticamente representou e levantou a bandeira do metal nos anos 90 dominado pelo grunge e a música alternativa, toca em Brasília pela primeira vez, no Toinha Brasil Show, no dia 27 de janeiro, um domingo. Isso será um dia depois dele tocar no Tropical Butantã, em São Paulo.

Esses shows fazem parte da turnê latinoamericana Choosing Mental Illness As A Virtue, nome homônimo do segundo álbum de sua banda Philip H. Anselmo & The Illegals, lançado em 2018. Essa turnê passa por cinco cidades brasileiras. Além de Brasília e São Paulo: Belo Horizonte, no dia 25; Porto Alegre, no dia 29; e Rio de Janeiro, no dia 31.

Depois disso a turnê segue para o Uruguai, no dia 1 de fevereiro; Buenos Aires, Argentina, no dia 2; Paraguai, no dia 5; Colômbia, no dia 7; Equador, no dia 8; Peru, no dia 10; e Chile, no dia 12. O motivo principal dessa turnê é divulgar Choosing Mental Illness As A Virtue. Mas, no dia 16 de novembro, a banda de Phil Anselmo fez uma apresentação no Viper Room, em Hollywood, tocando apenas músicas do Pantera. Entre elas, Mouth For War, I’m Broken, Fucking Hostile e Walk.

No dia 21, foi divulgado em sites chilenos que a banda irá fazer esse show com músicas do Pantera no Chile, no dia 28 de fevereiro, na turnê Vulgar Display Of 101 Proof Tour. No Brasil, não há nada oficial sobre a homenagem ao Pantera. Mas espera-se que Phil cante por aqui Pantera, além de Down e Superjoint Ritual, outras bandas dele. A produção no Brasil é da EV7 Live.

Serviço

Philip H. Anselmo & The Illegals

Onde: Toinha Brasil Show – SOF Q 9, Guará, Brasília, DF

Quando: 27 de janeiro de 2019, um domingo, às 19h

Ingressos: TicketBrasil – https://ticketbrasil.com.br/show/6250-philanselmo-brasilia-df/ingressos/?