Extreme: Pornograffitti na íntegra em quatro shows no Brasil

Posted in Uncategorized on June 4, 2015 by gabrielpalmaguitar

A produtora Free Pass Entretenimento confirmou a vinda da banda norte-americana Extreme ao Brasil para Junho de 2015. O grupo formado por Gary Cherone (Vocal), Nuno Bettencourt (Guitarra), Pat Badger (Baixo) e Kevin Figueiredo (Bateria) vem ao Brasil comemorando o aniversário de lançamento do grande sucesso Extreme II: Pornograffitti, executando o álbum na íntegra além dos grandes sucessos da banda.

 

O convidado especial desta tour é o guitarrista e vocalista norte-americano Richie Kotzen. Considerado um dos Top 5 de guitarra do mundo, e além de uma sólida carreira solo, gravando álbuns mesclando estilos Hard Rock, Rock ‘n’ Roll, Jazz, Fusion e Soul, Kotzen integrou as bandas Poison e Mr. Big.

 

A tour brasileira passará por 4 capitais:

– 11/06/15: Curitiba @Teatro Positivo

– 13/06/15: São Paulo @HSBC Brasil

– 14/06/15: Rio de Janeiro @Fundição Progresso

– 16/06/15: Porto Alegre @Opinião

 

Informações sobre ingressos, horários e pontos de venda em:

http://freepass.art.br/shows/extreme-no-brasil-2015/extreme

Paul McCartney toca em Brasília

Posted in Ao vivo on November 11, 2014 by gabrielpalmaguitar

M_PaulMcCartneyOutThereTour630_032814

Paul McCartney toca em Brasília no dia 23 de novembro, no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. O músico traz ao país a turnê Out There!, em que apresenta clássicos dos Beatles e do Wings, além de sucessos da carreira solo e canções do disco New, lançado em 2013). Nos últimos quatro anos, ele tocou em oito estados brasileiros, nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste. A passagem pelo Brasil em novembro também inclui shows no Rio de Janeiro, em Cariacica (ES) e em São Paulo.

 

Paul McCartney em Brasília

Data: 23 de novembro

Horário: 20h

Local: Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha

Classificação etária: 16 anos

Ingressos (valores de meia-entrada)

Premium: R$ 350

Pista: R$ 150

Cadeira inferior: R$ 225

Cadeira superior: R$ 110

* Meia-entrada válida para estudantes que comprovarem direito ao benefício

Venda geral

A partir das 7h do dia 23 de outubro no site da produtora do evento.

A partir das 10h do mesmo dia na bilheteria do Estádio Mané Garrincha; a venda presencial funcionará diariamente entre 10h e 18h, exceto em dias de jogo, até esgotarem os ingressos

Deep Purple queima e faz fumaça em Brasília

Posted in Ao vivo, Bandas, Noites em Brasília, Notícias, Shows, Tour, Turnê with tags on October 29, 2014 by gabrielpalmaguitar

deep

No dia 7 de novembro, uma sexta-feira, a banda inglesa Deep Purple vai queimar e deixar fumaça em Brasília, no Net Live. As músicas Burn (Queime) e Smoke On The Water (Fumaça na Água) são dois dos maiores sucessos do grupo e que provavelmente não faltarão no show. Brincadeiras à parte, será um showzaço, assim como foi a primeira apresentação da banda em Brasília, no Minas Tênis Clube, em 1997, à qual tive o prazer de assistir com a minha mãe, aos meus 16 anos de idade. Se Deus permitir, verei este também!

 

Serviço

Deep Purple em Brasília

Data: sexta-feira, 7 de novembro de 2014, às 21h.

Abertura dos portôes: às 19h

Local: Net Live Brasília (SHTN Trecho 2 conj. 5 Bloco A Parte A, ao lado do Bay Park)

Classificação indicativa: 16 anos

Ingressos:

Camarote: R$ 350,00 (meia/promo) 1º lote

Pista Premium: R$ 200,00 (meia/promo) 2º lote

Pista: R$ 100 (meia/promo) 1º lote

Pontos de venda:

Central de ingressos do Brasília Shopping (Piso G2)

Vendas on-line e call center

ingressorapido.com.br ou 4003-1212 (sujeitos a taxa de conveniência)

segunda-feira a sábado das 9h às 21h

 

 

 

 

 

30 Seconds To Mars: Parte 1

Posted in Ao vivo, Bandas, Cantores, Celebridades, Discos, Músicas, Músicos, Noites em Brasília, Shows, Tour, Turnê with tags , , , , , , , , , on October 23, 2014 by gabrielpalmaguitar

Eu a princípio não ia no show do 30 Seconds To Mars porque não consegui o credenciamento de imprensa a tempo. Mas no dia (21) estava separando uns CDs e vinis da minha avó para levar no sebo quando meu amigo Rafael Hedwig me ligou me chamando pra ir no show com ele e uma amiga dele pra vender algumas camisetas que ele fizera. Eu disse que não poderia ir porque ia buscar minha mãe no aeroporto, às 22h40.

Mas ele insistiu que eu fosse mesmo assim e disse que iria comigo no sebo para me ajudar a vender os discos porque ele tinha boa lábia como vendedor. Eu feliz aceitei a sua companhia e disse que ia busca-lo. Chegando na sua casa, ele disse que a amiga dele estava na 203 Sul e que a gente ia busca-la no ponto de ônibus do eixinho. Entrou no carro Suzane, uma menina muito simpática com uma blusa do David Bowie, que eu adoro.

Na minha casa, eu mostrei minha coleção de David Bowie pra ela. Quando fomos no sebo, Suzane se surpreendeu e perguntou por que eu estava vendendo aqueles vinis. “Eram da minha avó”, eu disse. Elvis, do sebo Acervo, separou alguns, mas poucos discos que interessavam. A maioria era de música clássica e ele já tinha na loja. “Nem se eu quisesse ficar com todos poderia, pois eles não cabem aqui”, explicou.

Achei legal da parte de Elvis me perguntar se eu ainda estava dando aulas de violão antes de fechar o negócio, mostrando um lado humano antes do comercial. Rafael comprou a coletânea Shaved Fish do John Lennon e disse que aquele foi o primeiro disco que ele ganhou, quando tinha sete anos, de sua mãe e que ouvia-o até riscar. Uma coincidência porque veríamos Jared Leto, que interpretou Mark David no filme Capítulo 27, dentro de algumas horas.

O vocalista do 30 Seconds To Mars havia representado o assassino de John Lennon na película. Fomos ouvindo esse CD no carro, que inclui a música Cold Turkey com participação de Eric Clapton. Eu disse que o som me lembrava David Bowie, na época de Young Americans, porque tanto Lennon quanto Bowie utilizavam o saxofone. Bobby Keys, o saxofonista dos Rolling Stones, fora o de Lennon em músicas como Power To The People.

Já David Sanborn era o saxofonista de Bowie. O tecladista Billy Preston, também com participação em Power To The People, tocara com os Stones e Beatles. Quanta cultura em uma ida para o sebo! Ah, mas para provar a ligação de Lennon com Bowie, os dois compuseram, juntos com o guitarrista Carlos Alomar, a música Fame, em janeiro de 1975. A letra fala sobre a fama e foi incluída no disco Young Americans.

Bom, Rafael não gostou da comparação de Lennon com Bowie porque ele não gosta de Bowie. Como Rafael adora Marilyn Manson, eu disse para ele que Manson disse em uma entrevista que o seu artista preferido era Bowie. Rafael mesmo admitiu a influência de Manson, citando inclusive o uso da lente de contato de Manson para imitar o olho de Bowie, que tem heterocromia. Embora tenha os dois olhos azuis, aparenta ter um olho de cada cor.

Me arrumei rápido e fomos para o show. Rafael deixou suas camisetas do 30 Seconds To Mars em consignação com o Roberto, que está sempre nos shows vendendo camisetas. Já ameaçava chover. Rafael então deixou Suzane dentro do show como ela já tinha ingresso e nós resolvemos ir no hotel Golden Tulip para conhecer a banda. Ah, sim, pude ir para o show porque meu irmão Tiago pôde ir buscar minha mãe no aeroporto.

Para entrar no hotel Golden Tulip, nós temos uma técnica. Lá eles são rigorosos com segurança e eu já fui barrado, assim como outros fãs de bandas. Eu entro falando inglês. Fiz isso no Guns n’ Roses deste ano. “I’m staying at the hotel”, foram as palavras mágicas. “Golden ou Royal”, perguntou o funcionário. “Royal”, respondi. E abre sésamo! Entramos extasiados. Na entrada havia uma ambulância então dissemos: “Entramos no local certo”.

30 Seconds To Mars se apresenta em Brasília

Posted in Ao vivo, Bandas, Noites em Brasília, Notícias, Shows with tags , on October 20, 2014 by gabrielpalmaguitar

30-seconds-to-mars_band

Amanhã (21) a banda californiana 30 Seconds To Mars se apresenta no Net Live Brasília. Embora o vocalista seja o ator Jared Leto, ele fez questão de não associar sua carreira no cinema com a música do grupo. O baterista é seu irmão Shannon Leto, os dois tocam juntos desde criança. O trio completa-se com Tomo Miličević, que comanda os sintetizadores, além de guitarra e percussão, dentre outros instrumentos.

Muitos sons são pré-gravados e soltados como samples nos shows, o caso do baixo, violinos, piano etc. Até mesmo a guitarra de Leto, que é só ilustrativa e o deixa mais solto no palco. O uso de sintetizadores é muito intenso. E a bateria de Shannon é bem empolgante, assim como Jared, que fica o tempo todo animando a plateia durante os shows. Amanhã promete!!!

Serviço

A banda 30 Seconds To Mars se apresenta às 21h, no Net Live Brasília (Setor de Hotéis de Turismo Norte). Ingressos: Pista – R$ 100. (meia-entrada). Informações: 4003-1527. Não recomendado para menores de 16 anos

Circuito Banco do Brasil conta com Linkin Park

Posted in Ao vivo, Eventos, Noites em Brasília, Notícias, Shows with tags , , , , , on October 18, 2014 by gabrielpalmaguitar

linkin-park

Neste domingo (19) a etapa de Brasília da segunda edição do Circuito Banco do Brasil conta com a banda americana Linkin Park como a principal atração. Quem abre a programação, às 16h50, é o Hover, grupo de Petrópolis, escolhido no concurso Vozparatodos. Depois, o rock da cidade ganha vez com a brasiliense Plebe Rude, com participação especial dos membros originais da Legião Urbana, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá. Tocam também os mineiros do Skank e a banda de Las Vegas, Panic! At The Disco. Todos os shows serão na arena instalada em área próxima ao Estádio Nacional Mané Garrincha.

Skate

Outro destaque do Circuito é a Copa Brasil de Skate Vertical, a partir das 15h, com 20 participantes, entre eles Sandro Dias, o Mineirinho, um dos maiores nomes desse esporte no Brasil, além de Roni Gomes (campeão da Copa em 2013), Dan César e Bia Sodré.

 Programação:

 

16h20 — Banda Hover

17h20 — Plebe Rude, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá

18h50 — Skank

20h20 — Panic! At The Disco

22h — Linkin Park

 

Circuito Banco do Brasil

Copa Brasil de Skate Radical, com início às 15h; shows a partir das 16h50, em arena ao lado do Estádio Nacional Mané Garrincha (Eixo Monumental). Ingressos: R$ 150 (Pista), R$ 250 (Pista Premium). Valores referentes à meia-entrada. Ponto de venda: Central de ingressos do Brasília Shopping. Não recomendado para menores de 16 anos.

Dream Theater faz noite mágica em Brasília

Posted in Ao vivo, Bandas, Fotos, Noites em Brasília, Notícias, Shows with tags on October 8, 2014 by gabrielpalmaguitar
SONY DSC

eu, César Zolhof e Marcelo Elias

O show do Dream Theater (DT) em Brasília, ontem (7), no Net Live, foi um sucesso! Ao chegar encontrei com vários músicos de Brasília como os guitarristas Marcelo Elias, Marcello Nolasco e o baterista/tecladista César Zolhof, que tinha tirado uma foto com a banda mais cedo e postado no Facebook. Todos estavam na expectativa do show começar logo.
SONY DSC
Às 21h o telão já exibe uma animação com capas dos discos do DT, com uma música dramática ao fundo. O pano que tapava o palco cai e entram em cena James LaBrie (voz), John Myung (baixo), Jordan Rudess (teclado), Mike Mangini (bateria) e John Petrucci (guitarra). Todos cabeludos, com a exceção do careca Rudess, e com barbas, menos Myung e Mangini.
SONY DSC
O grupo iniciou o show com músicas mais recentes, da formação pós-Portnoy, que foi a partir de 2011. Essa parte empolgou os fãs, mas não tanto como em momentos de execução de canções dos discos Awake, que completou 20 anos de lançamento no último sábado (4), e Metropolis Pt. 2: Scenes From A Memory. Pessoalmente foram dois álbuns que me marcaram.

Luzes e atmosfera ao estilo Pulse de Pink Floyd

Luzes e atmosfera ao estilo Pulse de Pink Floyd

Realmente é um privilégio assistir ao DT tocar ao vivo. Foi a minha primeira vez. Ver as músicas sendo tocadas pelos compositores na qualidade do CD é emocionante. Rudess é uma grande figura e chama muita atenção. Um dos pontos altos do show é quando ele sai andando com um teclado pendurado como uma guitarra e interage com a plateia.
SONY DSC
O show é marcado por interações, também de Petrucci com LaBrie, Petrucci com Myung, Myung e Mangini. O baterista é muito engraçado. Ele faz muitas caretas, algumas como se estivesse assustado, tocando os pratos. Os grande bateristas fazem isso. Sabem atuar, como se fosse uma mímica. Senti falta de um pouco mais de som da bateria, principalmente do ataque da caixa.
SONY DSC
Mas atribuo isso ao local. Além da acústica não ser das melhores, falta a atmosfera de arena que eu considero importante para shows de rock. A Net Live Brasília é como se fosse um espaço de um clube, com muitos vidros e pé direito baixo. Entretanto isso não impediu que a magia do DT se espalhasse durante as três horas de show da banda.
SONY DSC
Outro ponto alto do show foi quando eles tocaram uma música ao estilo de Missão Impossível com uma animação chamada Dream Theater versus Dream Theater, no estilo do desenho Spy vs. Spy, da revista Mad. Foi bem divertido com luzes vermelhas e solo de bateria no meio. E, no final do show, Rudess colocou um chapéu de mago, mostrando que ele é o mago dos sons.

Rudess com seu chapéu de mago

Rudess com seu chapéu de mago

Já Mangini tirou a bandana que usou durante todo o show. No final a banda toda se despediu, mostrando o respeito que eles têm pela plateia. Ficou uma sensação de quero mais tanto da banda quanto do público. DT voltou a Brasília desta vez com intervalo de dois anos e ao que parece voltarão em período ainda mais próximo se depender das vontades de hoje!

Difícil de dizer adeus...

Difícil de dizer adeus…

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.